sábado, 11 de junho de 2011

A conversão de Clóvis ao cristianismo teve motivações políticas!

Quando o rei franco, Clóvis I, converteu-se ao cristianismo, iniciou um processo de cristianização das tribos francas que estavam debaixo de sua autoridade. Porém, a aliança entre Clóvis e a Igreja Católica não atendia a interesses religiosos, mas políticos. Clóvis desejava fortalecer os laços de união entre as tribos francas e encontrou na unificação religiosa tal mecanismo.
Já a Igreja de Roma, assustada com os bárbaros invasores do Império Romano, procurava um aliado que lhe fornecesse proteção militar. O reino dos francos supriu essa necessidade.
Quer saber mais? Está tudo lá no texto O Reino dos Francos, Cazuza, Karl Marx e a Ideologia de Marcos Faber.

3 comentários:

  1. NÃO TINHA CONHECIMENTO DE TAL REI,MAS MESMO TENDO ESSE SUPOSTO MOTIVO POLITICO NA CONVENÇÃO DE UM REI E SEU REINADO POR COMPLETO,ME DEIXA SATISFEITO,HONRADO E AINDA MAIS CATÓLICO,POR ESSA HISTÓRIA E OUTRAS MAIS SÓ CONFIRMA PRA MIM E PARA QUEM QUISER VER A VERDADE QUE A RELIGIÃO CATÓLICA É SINÔNIMO DE UNIÃO,PAZ E AMOR,ONTEM,HOJE E SEMPRE.CONVIDO AQUELES QUE NÃO CONHECE A HISTORIA DE LUTÉRIO A CONHECER,E ANALISAR OS PRINCÍPIOS PROTESTANTES,COMO É DIFERENTE,JÁ COMEÇA COM DIVISÃO,DISCÓRDIA E ÓDIO,E É ASSIM ATÉ HOJE E SEMPRE SERÁ.

    ResponderExcluir
  2. legal esse site ne pessoal vou me sair bem nesse trabalho de historia sobre Clovis rei dos francos ne para quem acessou ou esta acessando esse site agora

    ResponderExcluir
  3. Obrigada,Me Ajudou Muito Por Causa Desse Texto Mara Tirei 10,10....Obrigada Mesmo Poha <3

    ResponderExcluir